Hipertensão Pulmonar

THIS IS AWARENESS

Hipertensão Pulmonar

A hipertensão pulmonar (HP) caracteriza-se por um aumento da pressão arterial nos pulmões. Pode ser aguda ou crónica.
A forma aguda ocorre geralmente em hospitais em Unidades de Cuidados Intensivos ou em blocos operatórios. Para além de aumentar a pressão sanguínea nos pulmões, pode ser associada ao estreitamento dos vasos sanguíneos nos pulmões ou problemas cardíacos. É uma situação que coloca em risco a vida dos pacientes e, por isso, requer que medidas imediatas sejam tomadas.
A proliferação de células na parede das pequenas artérias pulmonares causa HP crónica. Esta remodelação progressiva leva à obstrução dos vasos, o que aumenta a resistência vascular nos pulmões, levando à disfunção cardíaca e pulmonar e podendo potencialmente ser fatal.

Diferentes formas de Hipertensão Pulmonar

A Hipertensão Pulmonar pode ser complexa, uma vez que pode ter uma série de etiologias diferentes

Hipertensão Pulmonar (HP)

A circulação pulmonar move o sangue entre o coração e os pulmões e desempenha um papel central nas trocas gasosas e na oxigenação do sangue. Em comparação com a circulação sistémica, que move o sangue entre o coração e o resto do corpo, a circulação pulmonar deve ser de baixa pressão e relativamente vasodilatada. A Hipertensão Pulmonar é um distúrbio fisiopatológico caraterizado por uma tensão arterial elevada nos pulmões que prejudica a circulação pulmonar.

Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP)

A Hipertensão Arterial Pulmonar é um subgrupo específico de Hipertensão Pulmonar no qual a hipertensão pulmonar está associada ao estreitamento dos pequenos vasos sanguíneos do pulmão. Esta disfunção distinta crónica ou aguda promove uma tríade patológica comum: vasoconstrição, proliferação celular e trombose. A HAP afeta cerca de 3% de todos os pacientes com HP.

Hipertensão Arterial Pulmonar Aguda vs. Crónica

Embora as formas agudas e crónicas de HAP sejam semelhantes, a Hipertensão Arterial Pulmonar Aguda (HAPA) é distinta porque difere nas suas causas, apresentação clínica, resultados diagnósticos e resposta ao tratamento. A HAP Aguda pode ser observada nas seguintes situações clínicas:
-Hipertensão pulmonar persistente do recém-nascido (HPPN)
-Cirurgia cardiopulmonar (CCP)
-Síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA)

Hipertensão Pulmonar Persistente do Recém-Nascido (HPPN)

A HPPN é uma doença respiratória grave em que os vasos pulmonares dos recém-nascidos não se abrem suficientemente após o nascimento, o que significa que o oxigénio e o fluxo sanguíneo são restringidos. Um dos sintomas é que a pele do bebé é azul. Este síndrome pode surgir espontaneamente ou ser secundária a uma série de factores de risco maternos ou pós-natais.
A HPPN está associada a morbidades significativas a longo prazo em até 25% dos bebés, incluindo défices de desenvolvimento neurológico e dificuldades auditivas, e é responsável por 1/3 de toda a mortalidade neonatal.

A importância de um tratamento adequado

A subida severa da pressão arterial pulmonar induz um ciclo vicioso que pode levar à falência visceral, disfunção sistémica grave e, em última análise, ao choque cardiogénico, que pode ser fatal.
A Hipertensão Arterial Pulmonar Aguda também aumenta os riscos durante e após a cirurgia.
Embora alguns casos de HAP sejam classificados como doenças raras, a sua ocorrência é uma séria preocupação para todas as organizações de saúde. A HAP Aguda é uma verdadeira emergência e o seu controlo rápido e eficaz é vital para os pacientes.

Qual é o tratamento adequado para a HAPA?

Quando a Hipertensão Arterial Pulmonar Aguda é monitorizada ou observada em pacientes numa Unidade de Cuidados Intensivos ou bloco operatório, o tratamento deve ser iniciado rapidamente. Felizmente, a Hipertensão Arterial Pulmonar Aguda é reversível. Contudo, requer uma reação imediata com esforços de ressuscitação e medidas de apoio destinadas a melhorar e estabilizar.
O tratamento da HAPA requer o seguinte:
-Oxigenação
-Gestão da tensão arterial
No que diz respeito a estes desafios e objetivos, existem diferentes vias com agentes vasodilatadores pulmonares específicos que são úteis tanto para modular as pressões pulmonares como para reduzir a carga de trabalho do coração.

Descubra as perguntas mais frequentes

Faça a sua pergunta aqui

Qual é a prioridade: HAP aguda ou crónica?

Os pacientes com Hipertensão Arterial Pulmonar Aguda são tão importantes como os pacientes crónicos de classe IV, mas o caso é reversível. Por essa razão, a Hipertensão Arterial Pulmonar Aguda requer uma reação imediata com esforços de ressuscitação e medidas de apoio destinadas a melhorar e estabilizar primeiro.

É possível prevenir a HAP?

Por vezes, com a deteção e tratamento precoce de doenças ou outras causas, a HAP pode ser prevenida. Mas quando a HAP já é uma doença identificada, será sempre tratado.

Referências

(1) Nair, J. and Lakshminrusimha, S., 2014. PDATE ON PPHN: MECHANISMS AND TREATMENT. 1st ed. [ebook] Elsevier Inc. Available at: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3942674/pdf/nihms-538790.p…; [Accessed 16 February 2022].

(2) Hopkins, W. and J Rubin, L., 2021. Treatment of pulmonary hypertension in adults. 1st ed. [ebook] UpToDate. Available at: <https://docero.com.br/doc/e5xs0x1&gt; [Accessed 16 February 2022].

(3) Humbert, M., Sitbon, O. and Simonneau, G., 2004. Treatment of Pulmonary Arterial Hypertension. 1st ed. [ebook] The New England Journal of Medicine. Available at: <https://ether.stanford.edu/library/cardiac_anesthesia/Cardiology/Pulmon…; [Accessed 16 February 2022].

(4) McLaughlin, V. and D. McGoon, M., 2006. Pulmonary Arterial Hypertension. 1st ed. [ebook] Contemporary Reviews in Cardiovascular Medicine. Available at: <https://www.ahajournals.org/doi/epub/10.1161/CIRCULATIONAHA.104.503540&…;…; [Accessed 16 February 2022].

Precisa de um orçamento ou mais informações?

Colocamos à sua disposição diversas formas de contacto

Escreva-nos

Deixe-nos uma mensagem e entraremos em contacto em menos de 48h

Ligue-nos

Contacte a nossa Plataforma de Atendimento ao Cliente
Segunda a Sexta-feira, exceto feriados, 9:00 -12:30 | 13:30 -17:30
Contacto de Emergência
A Air Liquide Medicinal disponibiliza aos seus clientes um número de emergência que funciona 24/24 horas, todos os dias do ano, incluindo fins-de-semana e feriados

Visite-nos

Estamos localizados na Rua Dr. António Loureiro Borges, 4-3º Arquiparque – Miraflores – 1495-131 Algés